DR. ROBEROM INÁCIO FALA SOBRE MEDICINA INTEGRAL

A medicina tradicional como a conhecemos vem evoluindo a cerca de 500 anos. Surgindo a cada dia novas técnicas e aparelhos que facilitam o diagnóstico do paciente, o qual tem sido visto como uma máquina e tratado em partes separadas ( coração, fígado , rim etc). Com o passar o tempo , mais precisamente no final do século passado , a classe médica vem se apercebendo da necessidade de observar o paciente com uma visão holística, que é integração da mente, corpo e alma no momento do diagnóstico e tratamento.

Isso ocorre desde o primeiro contato com o paciente : o primeiro trocar de olhos, o andar, a postura, a voz, os gestos. Ou seja, uma pessoa é integral , com alma . Para o médico esses dados são de extrema importância para tratar o paciente. A partir dessa percepção começa as ações para indicação do tratamento e mudanças comportamentais para seu reestabelecimento, tais como hábito alimentar, qualidade do sono, comportamento mental e emocional, atividades físicas , indicação de medicamentos quando necessários ( alopáticos, homeopáticos, fitoterápicos) e/ou técnicas como acupuntura e outros recursos como fiosioterapia, tratamento de fonoaudiologia, psicoterapia entre outros.

Eu sempre acreditei na medicina integral mesmo antes de ser uma tendência. Descobri e entendi, desde à época de estudande , que o mesmo organismo que provoca a doença também pode promover a cura. De que forma? Cuidando de si, tomando consciência de que se algo está em desiquilíbrio. É preciso parar e colocar a mente e a alma em sintonia com o corpo . Doenças são um aviso de que algo em nós está fora da ordem. Doença é um alerta . E nós médicos, que aceitamos a medicina integral, nos juntamos ao paciente e elaboramos o tratamento. Todo paciente que entra no meu consultório será visto clinicamente como um todo , apesar de sempre chegar com uma queixa específica.

Existem técnicas que não são necessariamente médicas convencionais como Reiki, terapia floral , terapia quântica e outras como de expansão de consciência que auxiliam como coadjuvantes no diagnóstico e tratamento. Quando o profissional se coloca no lugar do paciente, no lugar do outro, buscando seu bem estar, a sociedade, a comunidade se beneficia. Isso é saúde!

Dr. Roberom Inácio da Silva
Rua José Bernardino Gomes, 260 – Bairro Novo
Edifício Cristais do Sol – Santa Cruz do Capibaribe
Telefone: 81 3731.2619

Avalie este artigo
Sem Comentários

Deixe um comentário