DR. GEORGE RIBEIRO FALA SOBRE CUIDADOS COM A SAÚDE BUCAL NA PRIMEIRA INFÂNCIA

COM QUE IDADE OS PAIS DEVEM LEVAR A CRIANÇA AO DENTISTA?

A primeira consulta deve ser realizada antes do nascimento dos primeiros dentinhos, ou seja, antes dos seis meses de vida. O ideal seria que a mãe, ainda grávida, procurasse o dentista para que ele a orientasse quanto aos cuidados com a saúde bucal de seu bebê, pois os dentes começam a se formar ainda na barriga da mãe. Ela seria orientada a respeito da importância dos dentes de leite, sobre os sintomas que acompanham o nascimento dos dentes, a importância da amamentação natural nos primeiros seis meses, uso racional da chupeta e da mamadeira, evitando a instalação de hábitos nocivos.

CRIANÇAS PEQUENAS TAMBÉM TÊM CÁRIES?

As crianças de pouca idade não têm coordenação motora suficiente para realizar os movimentos que irão limpar os seus dentes. A criança em idade pré-escolar deve ser motivada pelos pais a fazer a escovação, criando um hábito saudável. Logo em seguida, os pais devem escovar novamente para remover a placa bacteriana e os restos alimentares, já que as crianças pequenas apenas brincam com a escova na boca. Ela deve ser elogiada e também presenciar os pais escovando seus próprios dentes. A partir da idade escolar, elas devem ser supervisionadas pelos pais, que podem efetuar a última escovação do dia.

COMO DEVE SER A ESCOVAÇÃO?

Os pais devem escolher uma escova de cabeça pequena, cerdas macias e arredondadas. Com uma das mãos a mãe/pai afasta lábios e bochechas e com a outra executa movimentos circulares e de vaivém com a escova. O creme dental com flúor não deve ser utilizado em crianças que ainda não saibam cuspir, evitando a ingestão do flúor, que poderá manchar os dentes permanentes em formação. Em crianças maiores, utilizar apenas uma pequena quantidade (tamanho de um grão de ervilha). O fio dental deve ser introduzido o mais cedo possível, criando o hábito de ser utilizado junto com a escova dental.

QUANDO E COMO A CHUPETA DEVE SER UTILIZADA?

O bebê, ao sugar o seio para mamar, não está apenas se alimentando, mas também satisfazendo o seu lado psicoemocional. Ele pode estar bem alimentado, mas não exerceu plenamente o ato da sucção. Quando isto ocorre, a chupeta deverá ser utilizada de forma racional, pois a freqüência e/ou o uso prolongado poderão causar alterações dentárias, desvios no crescimento dos maxilares e alterações na deglutição, respiração e fonação. Ela não deve estar sempre á disposição da criança como se fosse um brinquedo, devendo ser oferecida somente após as mamadas e removida assim que o bebê adormecer. Evitar que a criança passe a noite toda com a chupeta na boca, deixa-la acessível favorecerá a instalação do hábito, que quanto mais tempo persistir, mais difícil será elimina-lo e mais danos poderá causar.

Além do atendimento na área de odontopediatria, a Clínica Viviane Valença, através do Dr. George Ribeiro, também realiza atendimentos nas áres de clínica geral (retaurações, extrações e limpeza); ortodontia; clareamento dental; cirurgia oral menor (incluindo terceiro molar incluso); periodontia (tratamento das doenças gengivais); endodontia (tratamento de canal) e implantes.

DR. GEORGE RIBEIRO
Rua Dom Pedro I, 64 – Dona Dom – Santa Cruz do Capibaribe
Telefone: 81 3731.4430

Avalie este artigo
Sem Comentários

Deixe um comentário