MARIA VALENTINA E AUGUSTO SENA EMBELEZAM A VIDA DE MARIA AUGUSTA E ALMIR BEZERRA

5

Fotos: Hélida Chagas

Entre os muitos retratos de família em que a sociedade está acostumada a ver, é aquela mulher que toma conta dos filhos, cuida da casa e do marido. No entanto, as inúmeras histórias de sucesso que envolve mulheres, geralmente elas estão acostumadas a fazer muito mais e irem além do que lhe é imposto. Nesta edição iremos tratar da mulher, mãe, companheira e mulher de sucesso que é a Maria Augusta, ela que mesmo sem fugir do tradicionalismo, conseguiu quebrar paradigmas e ser uma grande mulher, sobretudo, quando se trata da educação dos filhos.

Casada com José Almir Bezerra há sete anos, Maria Augusta é mãe da pequena Maria Valentina, de seis anos e do pequeno Augusto Sena, de apenas um ano. A família mora na cidade de Toritama e como toda mulher, como mãe, Maria Augusta é um exemplo. Em se tratando de falar dos filhos, ela não economiza nos elogios aos seus pimpolhos. “Eu acho que toda mãe tem o sonho de ter uma filha e como veio primeiro a Maria Valentina, eu me senti realizada. Hoje com seis anos, ela é maravilhosa, meiga, companheira, não larga a mãe por nada. Desde pequenina, eu percebi que ela tem um amor extremo pelo pai, mas a gente observa que é um amor diferente. Ela é tímida, muito humilde, pois observo que ela busca ser amiga de todo mundo”.

Mesmo tão pequena, Maria Valentina revela que sua mãe é o seu espelho. “O destaque que dou pra ela, é a forma como ela se arruma, a forma como ela se dedica ao estudo, desde tão pequena. Educação é fundamental e nós lutamos por isso, porque a educação dos nossos filhos deve está em primeiro lugar”, explica Maria Augusta, que continua a conversa e diz que sua filha já é muito evoluída para a sua idade. “Ela ainda não tem um perfil profissional, ao qual deseja seguir. Observo que Maria Valentina está sempre com a cabeça voltada para o aprendizado e nós fazemos questão que ela evolua, mas sem ultrapassar as fases da vida. Queremos que ela vivencie cada momento da sua infância”.

Quanto ao filho Augusto, ela também se derrete só em falar. O pequeno, com apenas um aninho já consegue chamar a atenção de todos, inclusive da irmã, que não perde a oportunidade de ficar junto dele. “Augusto veio na melhor fase da minha vida. Eu sempre busco muito cativar os dois. Esse cuidado que eu tenho com eles é algo que vem da minha família. Fui e sou muito amada pelos meus pais, e tento passar isso para meus filhos. Eu espero que quando eles cresçam tenham o futuro deles como pessoas independentes e que tenham uma visão moderna, mas sem se preocupar em acompanhar o modernismo. Quero acompanhar todos os momentos dos meus filhos”.

Avalie este artigo
Sem Comentários

Deixe um comentário